Hortolândia

Aulas na rede municipal de Hortolândia recomeçam em fevereiro, de maneira remota

0

As aulas na rede municipal de Hortolândia recomeçam em fevereiro, inicialmente, de maneira remota, com aprendizagem virtual para alunos e formação online para os professores. De acordo com o protocolo elaborado pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, da Prefeitura, a partir de março, começa a ser implantado o sistema híbrido, sendo realizadas também aulas presenciais. No entanto, a volta ao presencial, nas unidades próprias do município, deve acontecer somente um mês depois da retomada das atividades presenciais na rede estadual. Segundo o Plano São Paulo, do Governo do Estado, de retomada consciente e gradual das atividades, as escolas estaduais estão autorizadas a iniciar as aulas, presencialmente, no dia três de fevereiro.

A ideia da Prefeitura é que, a partir de oito de março, as aulas presenciais nas escolas da rede municipal e nas conveniadas por meio do programa Bolsa-Creche aconteçam em regime de revezamento, de modo a atingir até 35% da capacidade física da unidade escolar, sendo também mantidas as atividades remotas, paralelamente. O revezamento semanal vai de segunda a sexta-feira. Deste modo, os estudantes se alternariam em sala, do seguinte modo: numa semana, comparece metade da turma e, na semana seguinte, a outra metade. No entanto, caberá a cada família a decisão de enviar ou não o estudante à escola, neste período.

O documento foi apresentado pelo secretário da pasta, Fernando Gomes de Moraes, aos representantes de cidades da região, nesta segunda-feira (18/01), durante reunião da Câmara Temática da Educação, realizada via Google Meet. Segundo Moraes, respeitado esse intervalo de um mês entre o início do ano letivo e a retomada das aulas presenciais, será possível avaliar o andamento de cada etapa, nas diversas esferas de ensino, inclusive após o início da vacinação dos grupos prioritários.

“Pelo Plano São Paulo, as escolas estaduais vão voltar agora, no dia três de fevereiro. A gente quer saber como elas vão se comportar, analisar os dados oficiais da saúde, do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, para ver como vão medir a questão da contaminação em geral”, pondera o secretário Fernando Moraes.

Atualmente, a rede municipal de ensino atende cerca de 24 mil estudantes, na Educação Infantil, no Ensino Fundamental e na EJA (Educação de Jovens e Adultos), em 57 unidades próprias e em 39 escolas conveniadas.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa 

paginapopular

Prefeito Leitinho representa Nova Odessa em reunião do Conselho da RMC

Previous article

Prefeito Luiz Dalben é eleito membro do Conselho de Orientação do Fundocamp durante reunião da RMC

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.

More in Hortolândia