Hortolândia

Hortolândia fica na 2ª posição no ranking das 100 melhores cidades para fazer negócios

0

Hortolândia volta a ser destaque no cenário nacional. O município ficou na 2ª posição na edição deste ano do ranking “As 100 melhores cidades para fazer negócios”, elaborado pela empresa Urban Systems para a revista Exame. O ranking abrangeu 326 cidades do país com população de mais de 100 mil habitantes, de acordo com a estimativa deste ano do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), órgão do governo federal.

Na edição deste ano, a empresa responsável pelo ranking modificou a metodologia, o conceito e os critérios de análise com o objetivo de oferecer um estudo com uma visão mais segmentada. O ranking deste ano também levou em conta o impacto causado pela pandemia do Coronavírus. Em razão disso, o ranking foi elaborado de acordo com seis segmentos econômicos: Educação, Comércio, Serviços, Indústria, Mercado Imobiliário/Construção Civil e Agropecuária. Ainda de acordo com a empresa responsável, o ranking é calculado por meio da metodologia de análise estatística chamada IQM (Índice de Qualidade Mercadológica).

Hortolândia ficou na 2ª posição no segmento comércio, tendo alcançado o IQM 5,785. O munícipio também teve desempenho expressivo no segmento Serviços, tendo ficado na 9ª posição, com IQM de 6,397. Já nos segmentos Educação e Indústria, o município ficou na lista dos 100 mais, ocupando a 81ª posição, com IQM 3,471, e 82ª posição com IQM 5,663, respectivamente. O ranking deste ano está disponível no site www.urbansystems.com.br.

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, o fato de Hortolândia volta a aparecer no ranking deste ano confirma a capacidade do município em atrair investimentos e sua resiliência no atual momentos difícil causado pela pandemia. “O destaque que o município teve nos indicadores de Comércio e Serviços demonstra que as políticas públicas planejadas desde 2018 pela Prefeitura para a retomada econômica do setor produtivo, com diálogo e participação dos empresários, resultou em geração de empregos e até melhora da renda”, destaca Monique.

A secretária Monique Freschet ainda salienta que a vinda da empresa Assaí neste ano foi um fator que contribuiu positivamente para o município obter desempenho expressivo no segmento de Serviços apontado pelo ranking. “É importante ressaltar também que a pesquisa leva em consideração o comércio varejista, o que corrobora nossa avaliação de que a vinda do Assaí para a cidade foi mais uma grande conquista. Assim, encerramos este ano de muita luta com a certeza de que, com diálogo e trabalho, o município possui ainda alta capacidade de desenvolvimento”, ressalta a secretária.

Para estimular a população a consumir no comércio da cidade neste fim de ano, a secretária Monique Freschet destaca a campanha de Natal realizada pela Prefeitura. “Com a campanha ‘Hortolândia luz que acolhe’, a Prefeitura espera que os números sejam ainda melhores e que mais investidores olhem para a cidade, pois estamos prontos e de portas abertas para ajudá-los a crescer junto com o município”, destaca Monique.

RANKING DE 2019

Hortolândia já havia aparecido na edição do ano passado do ranking das 100 melhores cidades para fazer negócios. No ranking de 2019, quando a metodologia e os indicadores para elaborar a análise foram diferentes, o município ficou na 59ª posição no ranking geral. No indicador Infraestrutura, o município ficou na 24ª posição. Já no indicador desenvolvimento econômico, Hortolândia ficou na 61ª posição.

 

Fonte: Assessoria de imprensa

paginapopular

OMS lança campanha para ajudar fumantes a deixar o hábito

Previous article

Jardim Denadai recebe Programa de Recape Contínuo

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.

More in Hortolândia