Sumaré

Operação Sossego’ da GM de Sumaré põe fim a ‘pancadão’ no Picerno

0

Mais de 500 pessoas que participavam nesse domingo (19) de um ‘pancadão’ na Avenida Fuad Assef Maluf, principal
via da região do Picerno, foram dispersas durante a ‘Operação Sossego’ realizada pela Guarda Municipal de
Sumaré, em conjunto com o departamento de fiscalização de postura e a Polícia Militar. A blitz que aconteceu em
todas as regiões do Município teve como foco coibir aglomerações e a perturbação do sossego. Iniciada na sexta,
as equipes percorreram os bairros: Centro, Picerno e Luiz Cia (sexta), Matão e Área Cura (sábado), e Maria
Antonia, Dall´Orto e Picerno (ontem). A Guarda recebeu nesse final de semana 79 solicitações por perturbação de
sossego. “A situação mais complicada aconteceu durante o pancadão no Picerno, pois flagramos motoqueiros com
passageiros sem capacete, carros atrapalhando o trânsito, pessoas sem máscara descumprindo o isolamento social,
som alto e etc”, explicou a Comandante da GM, Simone Nery.

Além das ações diárias, A GM tem realizado constantemente essas blitz noturnas visando preservar o sossego
público. Também conhecida como Operação Bairro Seguro, a ‘blitz’ tem o intuito de inibir e coibir possíveis
delitos. Essas atividades preventivas ocorrem em vários pontos do Município, de acordo com os índices de cada
região, e resultam em números estatísticos positivos.

“As forças de Segurança, junto com os departamentos técnicos responsáveis, estão fazendo um grande trabalho de
orientação da população. Além de desfazer as aglomerações, os agentes reforçam as recomendações sanitárias,
visando o apoio e conscientização dos cidadãos”, reforçou o prefeito Luiz Dalben.

Na abordagem da “Operação Sossego” também foi realizada a averiguação de veículos e pessoas. Para denunciar, o
munícipe deve entrar em contato pelos telefones 190, 153 ou (19) 3873-2656.

 

Fonte: assessoria de imprensa

paginapopular

Vacina chinesa contra covid-19 começará a ser testada amanhã em SP

Previous article

Trump vai enviar forças federais para mais cidades “democratas”

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.

More in Sumaré