Nova Odessa

Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19 é detalhado em Nova Odessa

0

O prefeito de Nova Odessa, Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD), recebeu na terça-feira (12 de janeiro) o Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19, elaborado pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, com apoio do Núcleo Interno de Planejamento e Combate ao Coronavírus – criado no último dia 1º de janeiro com esta finalidade e gerido pelo secretário da pasta, Dr Nivaldo Luis Rodrigues. Segundo o prefeito, o objetivo principal da Prefeitura é “salvar vidas”.
A princípio, as datas e fases do Plano devem seguir o planejamento já divulgado pelo Governo do Estado. Assim, a primeira fase da ação de imunização está prevista para começar até o próximo dia 25 de janeiro e será realizada no Ginásio Municipal do Jardim Santa Rosa – que fica na Rua João Bassora, nº 500. O ginásio será especialmente preparado para receber o programa de imunização.
Nesta primeira etapa, cerca de 650 profissionais da Saúde residentes no município serão vacinados. Em seguida, a partir do 08 de fevereiro, será a vez dos munícipes idosos com 75 anos ou mais de idade. No dia 15 de fevereiro, começa a vacinação das pessoas com idades entre 70 e 74 anos. Já no dia 22 de fevereiro, é a vez de quem tem entre 65 e 69 anos tomar a vacina. A partir do dia 1º de março, idosos entre 60 e 64 anos poderão ser imunizados.
No total, a previsão é a de atender a um público de 5.722 idosos da cidade, fora os profissionais da Saúde, totalizando cerca de 6,3 mil munícipes desses dois grupos priorizados pelo Estado.
A segunda dose da vacina (seja ela qual for enviada para o Município) será aplicada 21 dias após o paciente receber a primeira, também no Ginásio do Santa Rosa. O início da aplicação da segunda dose para o último grupo prioritário acontecerá, assim, em 22 de março. “Esse cronograma foi definido pelo Governo Estadual e é padrão para todos os municípios paulistas”, explicou a Secretaria Municipal de Saúde.

OUTROS GRUPOS

Posteriormente, numa terceira etapa com datas e locais ainda a serem definidos e divulgados, deve ser vacinados os portadores de algumas comorbidades, como diabetes mellitus; hipertensão; doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer e obesidade grave (IMC≥40).
E, na quarta etapa da campanha, serão contemplados os profissionais de Segurança e Salvamento, professores e interno do sistema prisional (este último grupo não se aplica a Nova Odessa). Outros públicos-alvo serão imunizados na sequência, conforme as determinações dos órgãos superiores de Saúde (Estado e Ministério).
Em todos os casos, para receber a dose da vacina em Nova Odessa, vai ser preciso levar ao posto de vacinação um documento com foto, cartão do SUS (Sistema Único de Saúde) e um comprovante de residência atualizado na cidade. De acordo com informações do Governo do Estado, 2 milhões de doses devem ser transportadas por semana, em 70 caminhões, com escolta das Forças Policiais do Estado.
Segundo a Saúde Municipal, as seringas e material de apoio já começaram a ser distribuídas entre as 645 cidades de São Paulo. A Rede Municipal de Saúde de Nova Odessa também tem estes insumos em estoque para uso pelas Salas de Vacinação da Rede Básica, e pode utilizá-los, se for necessário, até que tais estoques sejam repostos pelo material que for recebido do Estado ou do Ministério da Saúde.

TRABALHO

Com a elaboração do Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19, será montado um trabalho com a participação de equipes da Secretaria Municipal de Saúde, da GCM (Guarda Civil Municipal), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social e de todos os demais setores da Prefeitura que foram solicitados, inclusive a Diretoria de Comunicação.
“Neste enfrentamento à pandemia, faremos história em nossa cidade. Nosso objetivo é salvar vidas. Por isso, vamos concentrar todos os esforços municipais para que possamos realizar uma campanha de vacinação eficiente e que garanta segurança para todos os envolvidos. Diversas secretarias já foram convocadas e tenho a mais absoluta convicção de que faremos um grande trabalho”, destacou o prefeito Leitinho.
Para a aplicação da vacina, serão destacados três técnicos de Enfermagem, com um enfermeiro padrão na supervisão, além de três recepcionistas, guardas municipais e mais 10 pessoas na equipe de apoio. “É importante planejar a campanha de imunização contra a Covid-19 para que a rotina das Salas de Vacina da Rede Básica não seja prejudicada. Para isso, aumentaremos a equipe de Atenção Básica para que as salas de vacinas, nas Unidades Básicas de Saúde, fiquem livres para a vacinação de rotina, especialmente nas crianças de 2 a 15 meses”, finalizou o secretário Dr Nivaldo.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

paginapopular

Hortolândia e Sumaré solicitam ao Estado a retomada de atendimentos pediátricos no HES

Previous article

Manuela Gonçalez Ganciar joga torneio pela CBT nesse final de semana

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.

More in Nova Odessa