Sumaré

Sumaré registra grande volume de chuvas em poucas horas

0

A chuva torrencial do final da tarde e início da noite dessa segunda (21) deixou a Defesa Civil da Prefeitura de Sumaré em alerta. De acordo com o órgão, foi registrado um grande volume de chuva: 68 milímetros, o equivalente a três dias. A chuva ‘carregada’ veio da região Norte e não causou danos maiores. Felizmente, não há registro de famílias desabrigadas. A orientação, em caso de necessidade, é que a família se abrigue com parentes, para evitar contaminação, por causa da pandemia do coronavírus, ou seja, alojamento será considerado em último recurso. “Nossas equipes estão trabalhando desde a madrugada, e mesmo com a situação sob controle, manterão o trabalho de monitoramento de forma ininterrupta”, comentou o prefeito Luiz Dalben.

A Defesa Civil está intensificando o monitoramento das áreas de maior risco de inundação no Município. O nível do Ribeirão Quilombo e Tijuco Preto – que cortam a cidade – também está sendo monitorado por conta do alto volume de chuvas. Entre as ações da Administração Municipal nesse período chuvoso, que requer atenção redobrada, foi criada a ‘Operação Verão’, envolvendo a participação de todas as Secretarias Municipais.

O secretário Municipal de Governo e Participação Cidadã e Planejamento, Welington Domingos Pereira, está acompanhando o trabalho das equipes da Prefeitura desde a madrugada. “Uma força-tarefa segue trabalhando na limpeza das ruas, avenidas e demais pontos da cidade, por causa das fortes chuvas dessa segunda-feira. Desde o início da atual gestão, a pedido do prefeito Luiz Dalben, é feito o serviço de desassoreamento dos rios e constantemente a limpeza das bocas de lobo e galerias de águas pluviais. Essas ações foram reforçadas e, independentemente do tempo, os serviços são mantidos em todo o Município”, disse.

Preocupada com esse problema de causa natural, a Administração Municipal realiza, desde 2017, o desassoreamento e limpeza nos rios que cortam a cidade – Quilombo e Tijuco Preto – priorizando os principais pontos de alagamento: Jardim Primavera, Três Pontes e Vila Diva, onde a água das chuvas dessa segunda já baixou. Essas regiões, historicamente afetadas pelas cheias do Ribeirão Quilombo nos períodos mais chuvosos do ano, vêm recebendo atenção especial da Prefeitura de Sumaré nos últimos anos. Cerca de 5 quilômetros de extensão do Ribeirão já recebeu os serviços de limpeza, com a utilização de maquinário para retirada dos sedimentos acumulados na calha do rio, numa força-tarefa realizada pelas equipes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

Uma força-tarefa, envolvendo as secretarias municipais que fazem parte da ‘Operação Verão’, segue executando a limpeza nas ruas e avenidas afetadas, bem como intensificando a vistoria preventiva nas residências em áreas mais atingidas pelo volume de águas.

Decreto

Foi publicado no Diário Oficial dessa segunda (21), o Decreto nº 10.946, que dispõe sobre a criação da “Operação Verão 2020/2021” – entre os dias 21 de dezembro e 31 de março, com plantão de atendimento 24 horas – podendo ser antecipada e/ou prorrogada se for necessário conforme as condições meteorológicas. O decreto também instituiu o Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) com vigência no mesmo período, além do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil, composto pelas diversas secretarias municipais e pela BRK Ambiental (empresa concessionária de abastecimento de água e esgoto em Sumaré).

“Esse conjunto de medidas nos ajudarão a atuar de forma preventiva e também a adotar parâmetros antecipados à deflagração de ações a serem executadas na ocorrência de chuvas intensas que venham a atingir o nosso município, permitindo a garantia da integridade física e moral da nossa população e a preservação do patrimônio público e privado”, disse o prefeito Luiz Dalben.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

paginapopular

UBSs fecham no fim de ano e retomam atendimento no dia 04/01

Previous article

Nascidos em março podem sacar auxílio referente a ciclos 5 e 6

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.

More in Sumaré